quarta-feira, 18 de julho de 2012

DO DINHEIRO... (in "O Amigo dos Leprosos", ano 21, nº 101)

Socorro para todos os seres humanos !
Socorro para o homem !
Para o homem que, com o seu egoísmo e o seu ódio, mantém viva a sua própria desventura.
E contudo há na terra com que nutrir e tornar felizes todos os seres de boa vontade.
Mas os homens colocaram entre si esta miragem satânica: a riqueza.
Ergueram fortalezas das quais uns, no meio das comunidades e da superabundância, olham insensíveis para outros que estão morrendo por lhes faltar aquilo que outros têm a mais.
Raoul Follereau (in "Amar Agir")

Sem comentários:

Enviar um comentário